«

»

fev
07

Em boas mãos

Só se torna um grande vencedor aquele que aceita os seus desafios e ultrapassa grandes obstáculos. Sendo assim, não há dúvida de que estamos falando de um gigante! Depois de chegar ao Esporte Clube Pelotas, em fevereiro de 2008, Bruno Hepp enfrentou uma série de problemas. Chegou a ser titular em alguns jogos, mas acabou não se firmando na posição. Em 2009 teve uma brilhante atuação no empate entre Pelotas e Corínthians/PR na Boca do Lobo. Debaixo de muita chuva, Bruno foi seguro e impediu a vitória dos paranaenses pela Série D do Campeonato Brasileiro. Mas acabou não tendo outras oportunidades. O titular na época era Roger Kath, que levou o Pelotas à conquista da Lupi Martins e à primeira divisão estadual.

O tempo passou e Bruno sofreu uma lesão séria. Ficou quase um ano afastado dos gramados. Quem teve a oportunidade de acompanhar a recuperação do atleta, certamente se emocionou com a luta diária para voltar a jogar. Em sua página pessoal do twitter, Bruno compartilhava cada uma de suas vitórias e deixava claro que nunca havia perdido a fé. No dia 12 de fevereiro de 2011, realizou a cirurgia. Menos de um mês depois, já dava “adeus às muletas“. No dia 27 de maio, realizou o primeiro treino com os demais goleiros. Momentos marcantes que fazem parte da história de Bruno e certamente do clube.

No dia 26 de Julho, após ser reavaliado pelo departamento médico do clube, o atleta recebeu alta. Já em setembro, Bruno assumiu a camisa 1 do time. Se havia pressão ou desconfiança pelo momento do clube, elas acabaram logo nos primeiros minutos. Em partida contra o 14 de Julho, em Livramento, o Pelotas venceu por 1 a 0 graças também ao goleiro, que salvou a equipe com várias intervenções milagrosas e corajosas. Com o resultado, o Pelotas se classificou para a próxima fase. O adversário era o Caxias. Mais duas vitórias áureo-cerúleas: 2 a 0 na Boca do Lobo, 1 a 0 no Centenário, em Caxias do Sul. Na partida de volta, Bruno jogou apenas o primeiro tempo, mas fez defesas importantes antes de sair novamente lesionado. Nas partidas seguintes, Bruno não jogou e o Pelotas acabou eliminado após duas derrotas para a equipe B do Grêmio.

Chegou 2012. Bruno Hepp, agora casado, voltou a ser o titular absoluto na avenida. Desde o retorno aos gramados, em setembro de 2011, jogou cinco partidas e ainda não levou nenhum gol. Um atleta dedicado, que sabe bem o significado da palavra “superação“. Bruno é torcedor áureo-cerúleo. É identificado com a torcida e também é o jogador que está há mais tempo no clube. Talvez seja isto que estivesse faltando: atletas identificados para a posição. Participou como coadjuvante das conquistas do clube de 2008 até hoje, e – com muito trabalho – mostrou que está pronto para levar o clube a novas conquistas, desempenhando desta vez o papel principal.

Bruno soube esperar pacientemente o seu tempo e a sua vez de defender as cores do clube chegou. Muitos desafios vêm por aí, mas time e torcida estão confiantes em sua nova muralha! O Pelotas está, definitivamente, em boas mãos.

*Colaborou: Gabriel Ribeiro

6 comentários

Nenhuma menção ainda

  1. Necão disse:

    Uma das maiores injustiças da história do Pelotas foi o que fizeram com o ROGER! Optaram por Oliveira, Adinam, Fernando Junior entre outros, e mandaram um Áureo-Cerúleo identificado com o clube embora. Quanto ao Bruno, com certeza é o melhor goleiro que temos e sou muito confiante em relação ao seu desempenho. Creio que ele será decisivo para a nossa classificação já no primeiro turno.

  2. Rafael carvalho disse:

    Certamente o bruno soube esperar seu momento sim,varias injustiças e panelinhas contratando goleiros fraquissimos e não aproveitando o melhor que estava em casa,menos mal que abriram os olhos antes tarde do que nunca acorda direção

  3. thyago disse:

    O grande problema do pelotas é nunca valoriza os jogadores da “casa”.
    Mas esse cara ai é foda, e mostrou que merece ser nosso goleiro.
    DALE BRUNO!!!

  4. Marilda Hepp disse:

    Que lindo ter um atléta tão dedicado em nossa família.
    Parabéns primo!!!!

  5. Fred Nunes disse:

    O Esporte Clube Pelotas enfim encontrou seu camisa 1!! Bruno Hepp é exemplo de persistência, dedicação e amor ao esporte. É orgulho da nação áureo-cerúlea e da nossa querida cidade heroica Jaguarão!! Parabéns Brunão!!!

  6. Mauricio disse:

    AE O LOBOGAY , FUTEBOL PARA VCS SÓ EM 2013 kkkkkkkkkk

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.