«

»

fev
06

Chuva amiga

Foto: Paulo Rossi / DP

Os profetas do apocalipse que tanto maldizem a humanidade e apontam datas para o tão comentado fim do mundo,  nunca tiveram êxito em suas previsões. Os cronistas esportivos que apontavam o Pelotas como candidato sério ao rebaixamento, muito menos. Quem acredita que o áureo-cerúleo possa voltar à segunda divisão em 2012 é porque certamente não viu equipes como Canoas e Ypiranga em campo. Esses, sim, estão ameaçados demais.

O domingo na Boca do Lobo serviu para lavar a alma do torcedor. Literalmente! O temporal que castigou a cidade no fim de semana parecia ter o seu ‘ponto central’ no próprio estádio. Mas até mesmo um dilúvio pode ser um aliado. Por mais que a expressão não pareça ter sentido, “a água incendiou” a torcida, que não arredou o pé da arquibancada e – mais uma vez – apoiou o time até o apito final.

Quem também não deixou ninguém desapontado foi o sistema de drenagem da Boca do Lobo. Nem o mais otimista dos torcedores esperava ver o gramado em condições tão boas. Um verdadeiro tapete verde.

Com tantos fatores favoráveis, o Pelotas também resolveu se ajudar. A equipe logo foi pra cima do Canoas e conseguiu manter o controle da partida durante todo o tempo. O primeiro gol do uruguaio Guly com a camisa áureo-cerúlea deu início às comemorações. Nem mesmo o susto, em uma ótima cobrança de falta dos adversários, atrapalhou a festa. Após o chute no travessão, Carlos Augusto salvou o rebote em cima da linha.

No segundo tempo brilhou mais uma vez a estrela de Bruno Hepp. Com defesas importantes, o goleiro garantiu a segunda vitória áureo-cerúlea na competição e deixou o Lobo em condições de buscar até mesmo a classificação para a próxima fase ainda no primeiro turno. O Pelotas se afastou quatro pontos da temida zona de rebaixamento e está a apenas três da sonhada 4ª colocação, ocupada hoje pelo Veranópolis.

A bola da vez é a visível melhora dos entrosamentos. Dos jogadores com o técnico; do time com a torcida; da chuva com a drenagem; do Pelotas com as vitórias, e assim por diante. Quarta-feira, nos Plátanos, outro teste difícil. Com mais um resultado positivo o rebaixamento vira passado, a confiança fica cada vez mais presente e a classificação passa a ser realidade em um futuro bem próximo. Quem sabe mais uma dessas goleadas por 1 a 0 faça a diferença novamente. Sonhar nunca não custa nada.

2 comentários

Nenhuma menção ainda

  1. Dudu disse:

    O Pelotas mudou na hora certa,trouxe Beto Almeida,quando tinha 2 jogos em casa,e adversarios tecnicamente inferiores ao Lobo,e não por menos fazem pessimas campanhas,tecnico do auro cerulio pode testar seu time,implantar seu estilo de jogo,e com 2 vitorias,faz Pelotas voltar pro campeonato e dar tranquilodade novamente para seguir na competição.

  2. Necão disse:

    Mais um texto brilhante do homi!
    Foi um jogo ruim de se ver, entretanto os 3 pontinhos é o que vale! A torcida mais uma vez de parabéns… ensinando para muitos como se apoia um time futebol!
    To confiante pra quarta-feira, com certeza a torcida se fará presente – como sempre – e será uma ajuda muito importante para que o resultado positivo apareça! Rumo à classificação!!

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.