«

»

jan
31

Beto Almeida: o Roth Pelotense

Escutando a coletiva dos dirigentes do Pelotas após o jogo com a Lajeadense e sabendo do que havia se sucedido no vestiário após a derrota vexatória para o Juventude no meio de semana, já era claro que o técnico Gavião estava com os dias contados no clube. Naquele momento, quase brincando, comentei com um amigo meu: “só falta vir o Beto Almeida”. Falei brincando, mas ciente de que a possibilidade efetivamente existia, tanto é que a mesma veio a se concretizar. Beto Almeida, o “Celso Roth” Pelotense, está voltando para mais uma passagem pelos nossos clubes. Desta vez, tentando reeditar a campanha de 2010.

Sempre que um clube Pelotense vai mal, Almeida é chamado. É assim que funcionam as coisas desde 2008 – quando Aleixo descobriu o Beto “Bombeiro” durante a Segundona e a missão do treinador quase teve êxito. No mesmo ano, faltou apenas um ponto para colocar o Brasil na Série B do Brasileiro. Em 2009, Beto voltou para o Lobo e colocou-o de volta na elite do Gauchão depois de cinco anos. Apagada, só a passagem pelo Xavante no início do ano passado, marcada por tumultos e decisões duvidosas.

Tecnicamente, vejo o “novo” comandante áureo-cerúleo como um dos mais preparados do interior. Quando não “inventa”, Beto Almeida sabe como armar uma equipe e conhece muito da parte tática. O seu problema é a seqüencia nos clubes. Sempre que tem algum problema, Beto dá um jeito de sair por cima da situação. Em 2010, deixou o Pelotas apenas cinco dias antes da decisão da Série D – a equipe acabou desclassificada. No ano passado, foi o Brasil quem ficou com o pincel na mão após uma ida de Almeida para o Paraguai.

Gavião é muito novo como treinador, não estava pronto para assumir a responsabilidade de um Gauchão. O erro do Pelotas foi ter apostado nele, mesmo com o atual auxiliar-técnico dando sinais durante o segundo semestre do ano passado de que não estava pronto para assumir tal responsabilidade. Agora, no fim de Janeiro e com o Gauchão em andamento, o mercado está restrito, não há tempo e, dentro das possibilidades, Beto Almeida era o melhor nome a ser apresentado. Resta torcer para que ele faça um bom trabalho e não abandone a equipe no momento das dificuldades.

1 comentário

Nenhuma menção ainda

  1. Duvida disse:

    discuplpe minha ingonorancia mas pq ele eh chamado de bombeiro?

    ———–

    que pena que o brasil naum subiy na kele oportunidade, podemos dizer que o time vai vira varzea?!

    ————————

    com todo meu respeito ao gremio atletico farroupiha e tbm para o poeta, mais quem aytrapalha um pouco eh este time, magina so o pelotas e o brasil? o municio de pelotas ia ajuda mais.. eh outra coisa este negocio da azul do aviao, poderia ajuda axu os clubes de pelota

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.