«

»

dez
28

Perfeitamente normal

É difícil, e não gosto, de analisar produção sem ter assistido os jogos por isso analiso aqui o resultado. E, são perfeitamente normais, os dois resultados do Pelotas nos dois jogos-treino que fez até agora.

Na primeira movimentação contra a equipe amadora da TLSV Engenharia, vitória de 1 a 0. Olhando assim o resultado assusta em se tratando de um adversário amador. Porém, o Pelotas tinha exatos 11 dias de trabalho, sem nenhum entrosamento, partida muito mais para ‘soltar a perna’ como o boleiro gosta de dizer, do trabalho físico. Entendo que o Pelotas cumpriu o seu papel, venceu.

Em Canoas, segundo jogo do Lobão. Gavião, assim como fez no primeiro teste, utilizou uma equipe em cada tempo, ou seja, entrosamento zero de novo. Desta vez não havia 20 dias de trabalho, e o adversário, uma equipe profissional, resultado de 1 a 1. Normal, o Lobão enfrentando as mesmas dificuldades, contra uma equipe que já tem uma base de time definida, diferente do áureo-cerúleo.

No entanto, alguns pontos começam a se afirmar. Tendo como base, as opiniões dos colegas de imprensa, da para dizer que: Paulinho e Gustavo levam vantagem nas laterais do Pelotas, em relação aos seus ‘adversários’, na briga pela titularidade. No meio, Danilo Portugal, também desponta como candidato a titular. Volante que sabe sair jogando e marca forte.

Dúvidas, muitas! No gol, quatro atletas para uma vaga, com ligeira vantagem para o uruguaio Gógonra. No meio, onde ainda não vimos em campo Odair e Diogo Rincón. E no ataque, com Reinaldo e Guly como grandes nomes.

O termômetro será o amistoso contra o Cerâmica, esse amistoso realmente.

 

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.